2ª Via de Boleto
2ª Via de Boleto

SIGA A APVS TRUCK

/apvstruck_brasil

/apvstruck_brasil

APVS Brasil

Coronavírus: portos do Paraná se previnem

03 de Fevereiro, 2020

De uma hora para a outra os motoristas de caminhão, sobretudo aqueles que carregam e descarregam em portos, já convivem com a preocupação de contrair o Coronavírus.

Surgido na província de Hubei, na China, o vírus chamou atenção das autoridades de chinesas em janeiro deste ano, depois do alerta sobre diversos casos de pneumonia na cidade de Wuhan, no final de 2019.

Para se ter uma ideia da movimentação de carreteiros na área portuária, durante o ano de 2019 passaram pelo pátio de triagem do Porto de Paranaguá 400 mil caminhões. Na média são cerca de 30 mil profissionais do volante por mês.

Como prevenção para evitar a contaminação e os riscos de infecção, os portos paranaenses de Paranaguá e Antonina adotaram uma série de medidas preventivas para o controle do Coronavírus. Este ano, entre os 156 navios que atracaram nos portos paranaenses somente dois eram procedentes de portos chineses.

Entre elas, a empresa pública Portos do Paraná intensificou medidas sanitárias e práticas de controle de tripulação para minimizar os riscos de infecção. Seguindo regulamentações sanitárias internacionais, a autoridade portuária segue um protocolo diferenciado para embarcações e tripulantes vindos das áreas epidêmicas.

Cartazes com orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde afixados nos diversos ambientes dos portos do Paraná, em três idiomas: português, inglês e mandarim também fazem parte das ações de prevenção contra o Coronavírus.

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, lembra que os terminais portuários são porta de entrada e saída de produtos e pessoas para o mundo e que a empresa está alinhada com as orientações das organizações nacionais e internacionais de saúde.

Diariamente, cerca de 3 mil pessoas acessam as áreas primárias do porto de Paranaguá, incluindo colaboradores, parceiros, terceiros e visitantes.

A Portos do Paraná informou também que as exigências aos navios seguem orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e estão publicadas na Ordem de Serviço 12/2020. A empresa pública também estabelece um regime ainda mais intensivo de limpeza nos controles biométrico de acesso às áreas alfandegadas.

Como se prevenir contra a contaminação
A contaminação pelo Coronavírus ocorre pelo ar e pelo contato com pessoas contaminadas, pelas secreções (gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos).

Os sintomas da pessoa infectada são tosse e dificuldade para respirar. Entre os cuidados básicos que podem reduzir o risco de infecção, estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

FONTE: https://www.ocarreteiro.com.br/coronavirus-portos-do-parana-se-previnem/

VOLTAR